IV SEMINÁRIO DA JUVENTUDE

Nos dias 26 e 27 de outubro, quinta e sexta, aconteceu o 4º Seminário da Juventude, evento no qual a Escola Castanheiras recebe estudantes de Ensino Médio de diferentes escolas, públicas e privadas, para discutir temas relativos à juventude e às diversas formas de ocupar a cidade. O tema desse ano foi O que somos, onde vivemos: juventude, identidade e ocupação urbana, para que os alunos pudessem refletir sobre o papel de movimentos sociais no espaço urbano, modos de gerir o espaço público, identidades de centro e periferia e a importância de se discutir esses temas na contemporaneidade. Para isso, recebemos especialistas nas pautas e temas propostos para compartilharem um pouco de seus conhecimentos sobre o assunto através do diálogo com os alunos participantes.

Com certeza, uma oportunidade única para refletirmos sobre o reconhecimento do lugar que ocupamos no espaço e as relações de poder envolvidas nisso, além de ser uma boa oportunidade para treinar a empatia e o olhar ao próximo.

 

MOVIMENTOS SOCIAIS

O primeiro dia do 4º Seminário da Juventude da Escola Castanheiras, foi dividido em três momentos, sendo um deles rodas de discussão sobre o papel de movimentos sociais no espaço urbano. Para essa dinâmica, dividimos todos os alunos participantes em 5 grupos para tratarem do movimento negro, movimento feminista, movimento LGBTQ, Movimento por direito a terra (MTST) e o movimento ambientalista, para expandir o horizonte dos alunos acerca desses movimentos sociais no espaço urbano.

LGBT003

Mov fem004

MTST003

MTST002

Mov Amb002

 

OFICINAS

Também no primeiro dia foram realizadas oficinas para integrar todos os alunos das diferentes escolas. Essa integração ocorreu através da capoeira, dança de rua, circo, escalada, grafite e YEP (Youth Engaged Politically). Assim, criou-se um ambiente de proximidade e descontração em meio à discussão de temas sérios e importantes na sociedade em que vivemos.

Capoeira003

Grafite003

MESA REDONDA – CENTRO E PERIFERIA

O terceiro momento do primeiro dia do Seminário da Juventude foi o debate sobre  “Centro e periferia como marcas de identidade urbana”. Para essa mesa redonda, tivemos alguns convidados para colaborar com a conversa junto dos alunos participantes. Os convidados foram Ana Guerrero, geógrafa e professora da escola; Daniel Kafuso, um dos integrantes do grupo “A Banca” que atua no Jd. Ângela e promove intercâmbios culturais entre diferentes públicos da cidade de São Paulo; o Professor Drº Roberto da Silva, professor da FEUSP e dois alunos do Instituto Acaia cada um com suas histórias de vida e experiências ao vivenciar a cidade de São Paulo. A mesa permitiu que, ao ouvirmos diferentes falas de pessoas com diferentes experiências, pudéssemos refletir sobre o local que ocupamos na dinâmica do espaço urbano e como isso influencia o próximo e a sociedade como um todo.

Mesa redonda

PRIVATIZAÇÃO DO ESPAÇO URBANO 

No dia 27 de outubro, sexta-feira, aconteceu o segundo dia do 4º Seminário da Juventude da Escola Castanheiras, evento no qual convidamos diversos alunos de escolas públicas e privadas para discutir assuntos pertinentes a contemporaneidade. Esse dia foi marcado pelo último momento de debate do evento, em que a pauta de discussão foi “Espaço público e privado: bem comum e privatização”. Os assessores de dois vereadores da cidade de São Paulo debateram sobre diferentes pontos de vista acerca da privatização do espaço urbano, de acordo com as ideias dos vereadores. Os convidados para esse debate foram Felipe Jordão, assessor da vereadora Sâmia Bonfim do PSOL e Kallel Brandão, assessor do vereador Caio Miranda Carneiro do PSB. A diversidade de visões sobre o tema fez com que ampliássemos o nosso horizonte acerca o tema na cidade de São Paulo.

Debate002

ENCERAMENTO – MARACATU 

Depois de muitos debates, discussões, interações e trocas de experiências, o segundo e último dia do IV Seminário da Juventude se encerrou com uma apresentação de maracatu, com o grupo “Bloco de Pedra”. A música, a percussão, a dança e o canto, únicos dessa manifestação cultural, fizeram com que todos os alunos das diferentes escolas tivessem um último momento de interação para fechar o evento graças ao ritmo cativante e envolvente do maracatu.

Maracatu003

Maracatu002

 

Agradecemos a todas as Escolas, palestrantes e parceiros participantes.

Nos vemos ano que vem para mais dois dias intensos e cheios de atividade e muita discussão relevante para os nossos jovens!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *